O que é Grafotécnica ?

30/03/2020 | Fonte: Nero Perícias

Se você está pesquisando como saber se uma assinatura é falsa certamente já se deparou com artigos sobre perícia grafotécnica.

A Grafoscopia, conhecida também pelas denominações de grafística (num passado bem longínquo), grafotécnica ou grafotecnia, é a parte da documentoscopia que estuda o grafismo ou escritas verificando a autenticidade, a falsidade ou a autoria gráfica, através do estudo das características que os individualizam.

A princípio, o estudo da escrita era um processo empírico e se tornou mais robusto na França através de pesquisadores como Jacques Raveneau em trabalhos como “Traité des Inscriptions em Faux” (1665), além de Michón e Crépieux-Jamin, principalmente em relação à Grafologia, ressaltando o estudo da personalidade do indivíduo por meio da escrita. Através de suas pesquisas, T. Wilhelm Preyer, químico e fisiologista, demonstrou que a escrita é um ato cerebral. Edmond Solange Pellat, considerado o pai da Grafoscopia, foi quem utilizou este pensamento de Preyer e estabeleceu as leis do grafismo, formulando em seu livro Les Lois de L´écriture as quatro leis que respaldam a Grafoscopia, baseando-se no princípio fundamental de que o grafismo é individual e inconfundível.

como identificar uma assinatura falsa ?


Perícia Grafotécnica como é feita

A perícia grafotécnica é feita comparando-se a Peça Questionada (documento a ser periciado) com Padrões de Confronto, que são documentos com assinatura autêntica da pessoa que está sob investigação.

A perícia consiste em realizar os exames grafotécnicos a Peça Questionada e nos padrões de confronto e, ao final, comparar os resultados para saber se são convergentes ou divergentes.

Quais são os exames grafotécnicos

o que é grafotécnica ?

Os exames comparativos dos grafismos devem abranger todos os elementos de ordem geral e genéticos da escrita, que são as seguintes:

Os exames de ordem genérica são:

  • Calibres: são as dimensões dos caracteres.

  • Espaçamentos Gráficos: são distâncias analisadas na escrita.

  • Comportamentos Gráficos: são as direções e distâncias consideradas, da escrita em relação à pauta ou base.

  • Proporcionalidade Gráfica: são as relações dimensionais entre diversas partes da escrita.

  • Valores Angulares: são as predominâncias de ângulo nas formações gráficas.

  • Valores Curvilíneos: são as predominâncias de curvas da escrita.

  • Inclinação Axial: é aquela dos eixos gramáticos.

  • Inclinação da Escrita: é a média de inclinação dos caracteres e complexos da escrita.

Os exames de ordem genérica são:

  • Pressão: é a força vertical da escrita.

  • Progressão: é a força horizontal da escrita.

  • Momento Gráfico: cada um dos traçados contínuos da escrita.

  • Ataque: é o traço inicial da escrita.

  • Desenvolvimento: é o traçado intermediário da escrita.

  • Remate: é o traço final da escrita.

  • Mínimo Gráfico: é o modo particular do traçado.

A perícia Grafotécnica é feita, com o já exposto anteriormente, comparando-se a Peça Questionada e o(s) Padrão(ões) de Confronto a partir destes elementos, prosseguindo-se da seguinte maneira:

  • Análise dos elementos genéticos e genéricos da Peça Questionada e anotação dos resultados;

  • Análise dos elementos genéticos e genéricos do Padrão de Confronto e anotação dos resultados;

  • Verificação dos pontos de convergência e/ou divergência e marcação no Quadro das Coincidências e das Divergências dos EOGs (Elementos de Ordem Geral);

  • Análise dos Resultados e Conclusão.

O Resultado será convergente, ou seja, a Peça Questionada terá sido produzida a partir do punho do autor do(s) Padrão(ões) de Confronto, se o número de convergências no Quadro das Coincidências e das Divergências dos EOGs (Elementos de Ordem Geral) for maior que o número de divergências; e vice-versa.

Para se chegar a uma conclusão confiável é necessário que todos os elementos de ordem geral e genéticos da escrita tenham sido analisados tanto na Peça Questionada como no(s) Padrão(ões) de Confronto.

Está gostando deste artigo?

Cadastre-se aqui para receber nossas dicas semanais
e exclusivas toda semana no seu e-mail.

Laudo Pericial Grafotécnico

Depois de feitos todos os exames grafotécnicos e de apurado o resultado, o perito grafotécnico deve emitir o laudo pericial grafotécnico.

O laudo é um resumo de toda a perícia e deve conter, além de qualificação das partes envolvidas, detalhamento da peça questionada e dos padrões utilizados, o detalhamento de cada exame grafotécnico realizado e a fundamentação da conclusão do trabalho.

Quem Pode fazer Perícia Grafotécnica

O profissional que pode fazer e assinar laudo de perícia grafotécnica é o Perito Grafotécnico. Se você se interessou pela matéria e deseja se tornar um perito na área, saiba que é necessário apenas fazer um curso de perícia grafotécnica de 22 horas aula.

Isso mesmo, para se tornar um Perito Grafotécnico e começar a atuar na área não é preciso ficar anos e anos em uma faculdade; basta fazer um curso de apenas 22 horas aula.

curso de perícia grafotécnica online

E melhor, este curso pode ser feito online, pela internet, no conforto de sua casa.

Torne-se agora mesmo um perito grafotécnico e trabalhe em uma das áreas mais rentáveis e de grande demanda, clicando no botão abaixo.

quero me tornar um perito grafotécnico

 

Leia também...
Quem pode ser Perito ?

A profissão de perito é de extrema importância tanto para a sociedade, no esclarecimento de crimes...

O que faz um perito judicial ?

Se você quer aprender um pouco mais sobre o mundo da perícia judicial ou se tem interesse em atuar como...

Profissão para trabalhar como autônomo

Ser um perito grafotécnico é a melhor profissão para trabalhar como autônomo e pode ser a opção de ...